Páginas

sábado, 20 de novembro de 2010

O evento de combate à violência contra a mulher vai acontecer no mercado do Ver-o-Peso, em Belém, no dia 27

Mais de 15 mil mulheres são agredidas diariamente no Brasil, a maior parte delas pelos próprios companheiros. Combater a violência doméstica e cobrar, por parte dos homens, o compromisso de não praticar e não ficar omisso diante de agressões contra mulheres é o objetivo da Campanha Laço Branco, coordenada pela professora Maria Lúcia Chaves Lima, do Instituto de Educação da Universidade Federal do Pará. A campanha realizará um ato público, a partir das 9h, no mercado do Ver-o-Peso, em Belém, no dia 27 de novembro.

Programação – O tradicional cartão-postal da capital paraense contará com programação cultural e com a atividade de voluntários, que distribuirão material informativo sobre a violência, e amarrarão, no pulso dos homens que se comprometerem com a causa, laços brancos em sinal de adesão à paz. Diversos artistas paraenses já apoiam a campanha, como as cantoras Juliana Sinimbú e Aíla, os cantores e compositores Arthur Nogueira, Felipe Cordeiro e Firmo Cardoso, além das bandas Norman Bates, Suzana Flag e Aeroplano.

De acordo com a professora Maria Lúcia, a escolha do Ver-o-Peso para a realização da campanha é estratégica. “É um dos lugares em Belém onde podemos atingir a maior variedade de público, como feirantes, pescadores, transeuntes e até turistas, principalmente em um dia de sábado, quando é grande a movimentação no Mercado”, afirma. A intenção é conferir a maior visibilidade e ressonância possível à causa, atuando também na prevenção contra a violência doméstica. “É por isso que, desta vez, o foco das ações de conscientização são, sobretudo, os homens, pois para erradicar a violência contra a mulher, precisamos atingir seus principais agentes”, ressalta Maria Lúcia.

O Laço Branco é uma campanha Internacional. Começou no Canadá como uma promoção da Rede de Homens pela Equidade de Gêneros (RHEG), e, desde 2001, ocorre em diversos Estados brasileiros. Essa é a primeira vez que as ações ocorrerão em Belém, por iniciativa da professora Maria Lúcia, que defendeu a dissertação de mestrado exatamente sobre o olhar dos homens acerca da Lei Maria da Penha, a qual  prevê rigor nas punições por agressões contra a mulher, quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar. A campanha também tem o apoio da Associação Brasileira de Psicologia Social (Abrapso).

A meta é distribuir 1 mil laços brancos. Ações semelhantes ocorrerão em todo o Brasil entre os dias 25 de novembro e 10 de dezembro. Mais informações estão disponíveis no sitewww.lacobranco.org.br.

Serviço:

Campanha Laço Branco de combate à violência contra a mulher (ato público)
Dia: 27.11.2010 (sábado)
Local: Mercado do Ver-o-Peso
Horário: a partir das 9h
Assessoria de Comunicação da UFPA

Nenhum comentário: