Páginas

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

MPE elege lista tríplice para Procurador-Geral

O Ministério Público do Estado realizou nesta sexta (10) no auditório do edifício-sede Natanael Farias Leitão, eleição para a escolha da lista tríplice para novo Procurador-Geral de Justiça. A lista com os nomes será enviada no primeiro dia útil para a Governadora Ana Júlia Carepa, que terá 15 dias para nomear o novo chefe da instituição.
Estavam aptos para votar 326 membros do MP, entre Procuradores e Promotores de Justiça. No total, entre votos presenciais e pelo correio, houve 306 votantes.
A lista tríplice que será enviada à Governadora é composta pelos Procuradores de Justiça Antônio Eduardo Barleta de Almeida (236 votos), Jorge de Mendonça Rocha (162 votos) e Marcos Antônio das Neves (151 votos). O novo gestor terá mandato de 2011 a 2013. A Procuradora de Justiça Esther Neves de Outeiro teve 124 votos e não ficou entre os três mais votados.
Na mesma oportunidade, também foram escolhidos os cinco novos membros eleitos para o Conselho Superior do Ministério Público, procuradores de justiça Adélio Mendes dos Santos, Francisco Barbosa de Oliveira, Ana Lobato Pereira, Maria da Conceição de Mattos Sousa e Pedro Pereira da Silva.
De acordo com o presidente da Comissão Eleitoral, o procurador de justiça Cláudio Bezerra de Melo, “ss promotores que atuam em primeira e segunda entrância estavam autorizados a se deslocarem para Belém a fim de participar do processo eleitoral”, afirmou. Ainda segundo o procurador Claúdio Bezerra, membros que estavam cientes que não poderiam estar presentes enviaram o voto pelos correios em sobrecarta a fim de garantir a participação com o máximo de sigilo. As correspondências foram encaminhadas ao protocolo-geral do edifício-sede do Ministério Público.
CONHEÇA OS ELEITOS
ANTONIO EDUARDO BARLETA DE ALMEIDA: Ingressou no Ministério Público do Pará em 1985, após Concurso Público de Provas e Títulos. Antes de assumir na capital foi Promotor de Justiça nas Comarcas de Santa Cruz do Arari, Soure, Primavera, Santarém e Capanema, tendo respondido por Salvaterra, Bragança, Tomé-Açu, e Salinópolis. Na capital atuou na 2º Promotoria de Execuções Penais, já foi Subcorregedor-Geral e Assessor da PGJ 4º Procurador de Justiça Cível. Atualmente exerce o cargo de Sub-Procurador Geral de Justiça da Área Jurídica e Institucional e substitui o Procurador-Geral na Presidência do Conselho, na ausência deste.
JORGE DE MENDONÇA ROCHA: Ingressou no Ministério Público em 1985 por concurso público. Atuou em várias comarcas do interior do Estado, como Bujarú, Oriximiná e Santarém. Destacou-se na capital por sua atuação na Promotoria de Justiça de Acidentes do Trabalho. Nos últimos anos esteve a frente da Promotoria de Justiça de Ações Constitucionais e Fazenda Pública, na qual teve repercussão pelo combate a casos de improbidade administrativa e nepotismo na administração pública, com Recomendações, Inquéritos Civis e Ações Civis Públicas nessa área.
MARCOS ANTÔNIO FERREIRA DAS NEVES: Ingressou no Ministério Público em 1983. já atuou nas comarcas de Tomé-Açu, Bujaru, Santarém, Breves, Bragança, Augusto Corrêa e São Miguel do Guamá. Em Belém, prestou serviços à promotoria do Juízo Singular, Entorpecentes e Imprensa. Em 1998, foi promovido ao cargo de Procurador de Justiça Criminal. Foi membro do Conselho Superior do Ministério Público de 199 a 2008.
(Assessoria de Imprensa do MPE)

Nenhum comentário: