Páginas

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Servidores aguardam liberação de gratificação

Na reunião com os servidores das Unidades de Referência Especializada (UREs) e com secretários do governo, no CIG (Centro Integrado de Governo), as partes entraram em um acordo. O governo prometeu aos servidores que enviará uma liminar ao Tribunal de Justiça para desbloquear a gratificação reivindicada por eles, e os servidores voltarão ao trabalho normal até a próxima quarta-feira (15), prazo dado para ter um posicionamento da liberação da verba.
De acordo Pedro Neto, coordenador estadual do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Pará (Sindsaúde), se a liberação da gratificação não ocorrer, os servidores entrarão em greve. "Se o governo não liberar a gratificação até quarta-feira, vamos paralizar as atividades até que a situação seja resolvida", afirmar Pedro Neto.
ASSEMBLEIA
Os servidores das UREs realizaram, na manhã desta quinta-feira (9), uma assembleia na Praça Santuário de Nazaré para incentivar a continuidade das paralisações e a adesão dos servidores da saúde que ainda não participam da greve pela falta de pagamento da Gratificação de Desempenho Institucional, a GDI, que deveria ter sido repassada pelo município neste último trimestre de 2010.
Após a assembleia, os servidores realizaram uma caminhada até o Centro Integrado do Governo, localizado na avenida Nazaré, para cobrar uma providência e tentar negociar o pagamento da GDI. "O trabalhador não pode esperar, o Natal está chegando", bradou Pedro Neto, coordenador estadual do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Pará (Sindsaúde) e liderança da manifestação. Ele explicou que a verba referente ao GDI é repassada pelo Ministério da Saúde  aos cofres do município, sendo que ela deveria ser acrescentada à remuneração dos servidores a cada três meses, o que não aconteceu no final do último trimestre. (DOL)

Nenhum comentário: