Páginas

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Sesma não aparece para prestar contas sobre GDI

A Secretaria de Saúde do Município (Sesma) não compareceu à reunião realizada na manhã de hoje (12), no Ministério Público Federal (MPF), para prestar contas sobre o repasse da verba de Gratificação de Desempenho Institucional para o pagamento aos servidores da saúde lotados nas Unidades de Referência Especializadas (Ures), fato que gerou uma greve ao longo da semana passada e está prejudicando a população.

"Essa ausência da Sesma causou um grande prejuízo. Amanhã será feita nova convocação e se a Sesma, novamente, não enviar um representante, teremos que tomar as medidas cabíveis", afirma Alan Mansur, Procurador Federal, que estava coordenando a reunião.

O coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Ribamar Santos, disse que irá cumprir o que prometeu, em que irão funcionar normalmente até amanhã, caso não ocorra acordo, na quarta-feira (15) haverá uma paralisação geral. "Precisamos de pelo menos uma previsão de quando iremos receber nossa gratificação. Se a Sesma não se pronunciar até amanhã, iremos paralisar", afirma Ribamar Santos.

A discussão aconteceu no auditório do MPF e contou com a presença de Cláudio Vale, da Secretaria de Saúde do Estado (Sespa); Mário Vasconcelos, da Procuradoria Geral do Estado; Charles Tocantins, da Diretoria de Regulamentação da Sespa, e Conceição Viana, diretora de Recursos Homanos da Sespa.

Para amanhã foi marcado uma outra reunião, às 14h no prédio do MPE, para que haja uma última tentativa de acordo antes da paralisação.
(DOL)

Nenhum comentário: