Páginas

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Belém: instalação de passarela interdita trânsito

Nesta segunda-feira (20) a partir das 23 horas, o tráfego de veículos será interrompido na avenida Júlio César, em Belém, para instalação de uma passarela de pedestres, que integra o projeto Ação Metrópole, do Governo do Estado. Segundo Paulo Ribeiro, coordenador de planejamento do projeto, a interrupção está prevista para encerrar às cinco da manhã de terça-feira (25).
A passarela ficará localizada entre os dois principais pontos de travessia da Júlio César: as esquinas com a avenida Pedro Álvares Cabral e o canal São Joaquim, ligando o comando do Corpo de Bombeiros e o Cassino dos Cabos e Soldados Taifeiros da Aeronáutica (Casota).
Durante coletiva à imprensa, no Centro Integrado de Governo (CIG), Paulo Ribeiro informou que a operação vai contar com o apoio da Polícia Militar, Companhia de Transportes de Belém (Ctbel) e do Departamento de Trânsito (Detran), para orientação do fluxo de veículos, que vão dispor de desvios, detalhados em um panfleto informativo, elaborado pelo Ação Metrópole e distribuído à população.
O coordenador informou que o fluxo de veículos no trecho onde a passarela será instalada, nos horários de pico, chega a quase cinco mil por hora. Entre 7 e 8 horas da manhã, são 4730 veículos por hora. Entre 18 e 19 horas, são 4936. Quanto ao fluxo de pedestres no trecho, são 13.240 pessoas por hora no período da manhã, e à tarde 12.747 pessoas/hora.
Paulo Ribeiro esclareceu que a passarela, após sua instalação, ainda passará por obras de acabamento e entrará em operação no prazo de duas semanas aproximadamente. Durante esses período, agentes de trânsito da Ctbel estarão na área para fazer o trabalho de educação de trânsito, assim como uma equipe do Detran. Valter Aragão, coordenador de Operações do órgão, revelou que esse trabalho educativo será desenvolvido em especial nos centros comunitários e escolas. "Realizaremos uma campanha educativa que inicia esta semana e irá atingir os centros comunitários e escolas da área, antes do início da utilização da passarela", informou o representante do Detran.(Governo do Pará)

Nenhum comentário: