Páginas

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Reunião debate normas de segurança para o carnaval na Cidade Velha

A cúpula de segurança do Estado se reunirá nesta quarta-feira (9), a partir das 9 horas, com coordenadores de blocos de carnaval do bairro da Cidade Velha e dirigentes de diversas entidades estaduais e municipais. O objetivo do encontro, que acontece na sala do plenário do Conselho de Segurança Pública (Consep), é discutir mecanismos que assegurem a realização de desfiles e outros eventos carnavalescos de rua sem, no entanto, perturbar a paz e tranquilidade dos moradores daquela área.
A reunião deverá contar com a participação de representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), Secretaria Municipal de Economia (Secon), Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur), Fundação Cultural de Belém (Fumbel), Companhia de Transportes do Município de Belém (CTBel), Guarda Municipal e representantes do Bloco "Fofó na Praça do Carmo", da Associação das Fanfarras da Cidade Velha, entre outros.
"Convidamos os representantes dos blocos do carnaval de rua da Cidade Velha com a finalidade de promover uma discussão tranqüila e esclarecedora, para então definirmos as resoluções e normas orientadoras a serem acatadas pelos promotores de grandes eventos populares, realizados especialmente em espaços públicos da cidade, como é o caso do carnaval de rua", informou o secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Fernandes Rocha.
Segundo ele, os órgãos de segurança do estado darão apoio técnico e operacional às instituições municipais, que têm competência para regular os grandes eventos carnavalescos na capital, durante a realização das festas e manifestações culturais na cidade. "O objetivo das ações integradas é garantir a segurança do patrimônio público, dos freqüentadores, das famílias e foliões que participam dos eventos que ocorrem aos finais de semana na Cidade Velha. Além disso, precisamos difundir cada vez mais a cultura da paz, que deve envolver não apenas as instituições do Sistema de Segurança, mas os todos os poderes constituídos e também a sociedade, num esforço conjunto contra a violência e a criminalidade", acrescentou.
Com a parceria do Ministério Público, Prefeituras e Poder Judiciário, a Segup garante agir na forma da lei no cumprimento de medidas que exigem vistorias técnicas do Corpo de Bombeiros e da Perícia Técnico-Científica da Polícia Civil. Luiz Fernandes lembra que é necessária a apresentação de toda a documentação legal para a realização de grandes eventos, que deve começar com a autorização oficial emitida pela Divisão de Polícia Administrativa (DPA), da Polícia Civil.(Ascom Segup)

Nenhum comentário: