Páginas

quarta-feira, 2 de março de 2011

Palestra na UFPA abordará tráfico humano

A Universidade Federal do Pará (UFPA) receberá nesta quarta-feira, 2, no Centro de Ciências da Educação (ICED), a pesquisadora baiana Maria Lúcia Pinto Leal. Ela fará palestra sobre tráfico de mulheres, crianças e adolescentes exploradas para fins sexuais e comerciais. Maria Lúcia defende, em artigos científicos, que o tráfico de seres humanos é um crime transnacional e movimenta um mercado altamente lucrativo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e de armas. Atualmente, a professora coordena, na Universidade de Brasília (UnB), o Grupo de Pesquisa sobre Violência, Tráfico e Exploração Sexual de Crianças, Adolescentes e Mulheres.

A pesquisadora irá ministrar palestra cujo tema será: “O enfrentamento da exploração de crianças e adolescentes no contexto da globalização neoliberal e seus impactos na sociedade brasileira.”

A presença da professora na UFPA terá dois momentos: um, na próxima quarta-feira (2), às 15h, no auditório do ICED, o qual será voltado para a comunidade acadêmica; e o segundo, na quinta-feira (3), no mesmo auditório, voltado para as equipes de assessoria da Escola de Conselhos do Pará, do Conselho de Defesa da Criança e do Adolescente - CEDCA, do Comitê de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes do Pará.

Indicadores - Segundo a Pesquisa sobre Tráfico de Mulheres, Crianças e Adolescentes para fins de Exploração Sexual Comercial (Pestraf), existiam no Brasil, em 2002, mais de 240 rotas de tráfico, sendo 141 internacionais. Recentemente, os dados mostraram que, de 2007 a 2010, meninas de 10 a 14 anos foram as principais vítimas de violência sexual contra crianças e adolescentes no Pará. O dado faz parte de uma pesquisa realizada pelo Grupo de Estudos em Educação em Direitos Humanos (GEEDH) da Universidade Federal do Pará (UFPA), a partir dos registros de atendimento do Programa Propaz Integrado.

Currículo - Maria Lúcia possui graduação em Serviço Social pela Universidade de Brasília (1983), Mestrado em Comunicação pela Universidade de Brasília (1992), Doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001) e Pós-Doutorado pelo Programa Pós-Colonialismos e Cidadania Global do Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra/Portugal (2008). Atualmente, é professora adjunta II da Universidade de Brasília. Atua em estudos e pesquisas no campo das políticas públicas e vulnerabilidades sociais, tendo como foco o enfrentamento da violência, do tráfico de pessoas e da exploração sexual de crianças e adolescentes. (Ascom UFPA)

Serviço:

Palestra “O enfrentamento da exploração de crianças e adolescentes no contexto da globalização neoliberal e seus impactos na sociedade brasileira.” Com Maria Lúcia Pinto Leal.

Dias: 2 e 3/03/2010

Hora: 15h

Local: Auditório do ICED, Campus da UFPA, bairro Guamá, em Belém

Nenhum comentário: