Páginas

quarta-feira, 2 de março de 2011

Perdeu o cargo ao chamar ministra de "meio autista"

Prestes a ser nomeado presidente da Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, o sociólogo Emir Sader causou polêmica ao comentar com a Folha de S. Paulo a situação do orçamento do Ministério da Cultura, que também será afetado pelo recém-anunciado corte de gastos federais, Sader não mediu as palavras e diz que a ministra Ana Hollanda é “meio autista”. Segundo ele, "desde março não se repassou nada aos Pontos de Cultura"; e completa: "está estourando na mão da [ministra] Ana [de Hollanda] porque ela fica quieta, é meio autista." As informações são da Folha de S. Paulo. Como resultado, sua nomeação foi revertida.

Nenhum comentário: