Páginas

terça-feira, 12 de abril de 2011

Sejudh e Seduc debatem tragédia de Realengo

Representantes das Secretarias de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e de Educação (Seduc) reuniram-se, no último dia 11, no auditório do Instituto de Artes do Pará (IAP). Em pauta, a repercussão da tragédia ocorrida no último dia 7, na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, no Estado do Rio de Janeiro.
Por meio da Coordenadoria de Promoção dos Direitos da Juventude (CPDJ), a Sejudh discutiu, junto à Seduc, parcerias relacionadas aos direitos da juventude e, ao movimento estudantil. "A secretaria é responsável pelas articulações com o movimento estudantil, buscando sempre solucionar os problemas", explica o Coordenador de Promoção dos Direitos da Juventude, Raimundo Rodrigues.
Ainda segundo Rodrigues, foi acordado, durante o evento, a elaboração de um documento que discuta, dentre outros problemas, o bullying. "Será formatado um projeto, em parceria com a Assessoria política da Seduc (Aspol), para tratar questões importantes, como a violência na escola", conclui.

Nenhum comentário: