Páginas

terça-feira, 24 de maio de 2011

Pará apresenta candidatura para Jogos Olímpicos

O Estado do Pará apresentou sua candidatura para a cessão de instalações que serão utilizadas durante a fase de treinamento dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A informação foi confirmada pelo secretário adjunto da Seel, professor Christian Pinheiro Costa, na manhã desta terça-feira (24).
As candidaturas são do complexo de atletismo, no Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão); do complexo aquático da Escola Superior de Educação Física (ESEF/UEPA); e do ginásio que integra o Parque de Esporte e Lazer, a ser construído pelo Governo do Estado. Este último projeto está previsto na agenda mínima de Governo com orçamento inicial de R$ 50 milhões.
A candidatura das instalações foi lançada durante um evento organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) na Escola Naval do Rio de Janeiro. “Vamos parar de chorar pela perda da Copa de 2014 e trabalhar pelos Jogos Olímpicos Rio 2016”, comentou Christian Costa. Intitulado Seminário de Orientação para Representantes de Instalações, o evento reuniu nomes de 155 cidades e de 22 Estados.
O presidente do COB, Carlos Athur Nuzman, deu as boas-vindas aos grupos visitantes. O Pará, segundo o secretário adjunto, ganhou dois importantes aliados: Coaracy Nunes, presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, e Roberto Gesta de Melo, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo. Os dois vão homologar junto às Federações Internacionais das modalidades em questão, a candidatura das instalações paraenses; o que representa um diferencial em relação às demais cidades brasileiras.
Para o professor Christian Costa, o Pará também leva vantagens na qualidade técnica das instalações por ter sido sede de competições internacionais de atletismo e de desportos aquáticos (nado sincronizado, salto ornamental, natação, maratona em águas abertas e pólo aquático) nos últimos dez anos. Há também diferencial em relação ao clima, altitude, nível do mar, temperatura e principalmente o fuso-horário, que é igual ao do Rio de Janeiro em relação a alguns países da Ásia e da Europa. O melhor de tudo, argumenta Christian Costa, é que as despesas das delegações serão pagas pelos Comitês Olímpicos Nacionais (Cons) e Comitês Paraolímpicos Nacionais dos respectivos países participantes da competição.
A etapa de pós-lançamento de candidatura de instalações segue com uma agenda cheia de compromissos importantes, como a apresentação de formulários descritivos de infraestrutura, das áreas de treinamentos, dos aspectos turísticos e culturais das cidades, além de dados sobre condições meteorológicas. As visitas técnicas vão ocorrer no segundo semestre deste ano. O resultado final das indicações que vão compor o Guia de Locais de Treinamento de Pré-Jogos Rio 2016 será apresentado dia 16 de janeiro de 2012. Um segundo anúncio oficial vai acontecer especialmente para os Comitês Olímpicos Nacionais em julho de 2012, durante os Jogos Olímpicos de Londres.
Mangueirão cogitado como palco de amistoso entre Barcelona e Corinthians
O Mangueirão chegou a ser congitado para sediar uma partida amistosa entre F.C. Barcelona e o Corinthians, de São Paulo, no próximo dia 1º de junho. Segundo o professor Christian Costa, a partida foi oferecida ao custo aproximado de R$ 6 milhões que deveriam ser pagos antecipadamente ao clube espanhol. A proposta chegou à Seel, após impedimento do estádio Pacaembu, em São Paulo, mas não foi aprovada pelo governador Simão Jatene, que ainda analisou o retorno financeiro com a venda de ingressos, mas acabou desistindo da ação em questão do fluxo de caixa para pagamento do funcionalismo público no final do mês.
O jogo em Belém seria após a partida do Futbol Club Barcelona contra o Manchester United, valendo título da Liga dos Campões, neste sábado, na Inglaterra. “Infelizmente não podemos atender as exigências do clube espanhol, mas ficamos felizes pelo Pará ter sido requisitado logo após o impedimento da cidade de São Paulo, a maior do Brasil e da América Latina. E isso demonstra que estamos também na vitrine do futebol internacional”, disse Christian Costa.
Pela proposta apresentada pelo clube espanhol, tanto o Barcelona como o Corinthians viriam completos para Belém, incluindo a maior estrela do “Barça”, o atacante argentino Lionel Messi, eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 2009 e vencedor do troféu Bola de Ouro em 2010. (Agência Pará)

Nenhum comentário: