Páginas

quarta-feira, 1 de junho de 2011

CTBel diz que vai recorrer da decisão da justiça

A diretora-superintendente da Companhia de Transportes do Município de Belém (CTBel), Ellen Margareth, recebeu a imprensa na manhã de hoje (1º), para se pronunciar sobre a decisão proferida pelo juiz Elder Lisboa, da 1ª Vara  da Fazenda Pública da Capital, que determinou que a tarifa do transporte coletivo da Região Metropolitana de Belém volte a ser praticada ao valor de R$ 1,85.
Ellen Margareth ressaltou que a CTBel, ao ser notificada, vai cumprir a decisão, pois “ordem judicial se cumpre, não se discute”. Entretanto, ela afirmou que o órgão vai recorrer da decisão. “Nós não temos só o direito, nós temos o dever de recorrermos, uma vez que nossa planilha é altamente técnica, ela não é empresarial, social e muito menos política. Ela é absolutamente técnica e amparada legalmente por uma planilha utilizada em âmbito nacional e elaborada pelo Ministério dos Transportes”, disse ela.
Margareth destacou, ainda, que as ordens de serviços expedidas pelo órgão já estão todas prontas, e logo após ser notificado da decisão, fato ocorrido na tarde desta quarta-feira, de imediato oficializou ao  Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belém (Setrans-Bel) que adotasse as medidas legais cabíveis para dar cumprimento a liminar da justiça, adequando o sistema de bilhetagem para atender a redução da tarifa de R$ 2,00 para R$ 1,85.
A assessoria de impreensa da Setrans-Bel informou que seu presidente só se pronunciará quando for notificado, o que, segundo o sindicato, ainda não aconteceu.(Com informações da CTBel)

Nenhum comentário: