Páginas

terça-feira, 7 de junho de 2011

Prodepa entra em estado de greve

Serviços de internet, tele atendimento, emissão de nota fiscal eletrônica e o próprio Navegapará serão paralisados na próxima segunda-feira (13). Foi o que decidiram os funcionários da Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará – Prodepa na tarde de ontem em assembleia da categoria, coordenada pelo Sindicato dos Empregados em Tecnologias no Estado do Pará (Sindpd/PA). Segundo representantes sindicais, a direção da empresa não tem demonstrado apoio às reivindicações trabalhistas, que incluem reajuste linear de 33,33% em salários e benefícios.

“Há pouco mais de um mês a empresa aumentou em 42% os salários do presidente e diretoria e em 33% os vencimentos de assessores e gerentes. Como agora eles (diretores) dizem que não podem dar o mesmo reajuste pros trabalhadores? Que matemática é essa?” questionou o servidor Carlos Cruz. Os outros 140 funcionários presentes também criticaram os empecilhos que a empresa vem colocando nas mesas de negociação para a Campanha Salarial 2011, que teve início no mês de março.

“Nossa primeira intenção não era a greve, mas devido às insatisfações dos próprios trabalhadores, que exigiram uma mobilização para pressionar a empresa, levamos a proposta em votação e obtivemos aprovação unânime”, explica Gilberto Lopes, servidor da Prodepa e diretor de políticas das empresas estaduais do Sindpd/PA. O sindicato encaminhará amanhã um documento à comissão de negociação da empresa solicitando um encontro ainda esta semana para discutir a situação. Caso não haja resposta ou acordo, continua mantida a paralisação inicial de 24h na Prodepa.

Contraproposta

Até o momento a proposta feita pela direção da empresa é de reajuste salarial de 6,71% e nenhum aumento no valor do ticket alimentação. (Sindpd/Pa)

Nenhum comentário: