Páginas

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Operação Férias Escolares 2011: registra 29 acidentes e 0 mortes

Desde zero hora do dia 02 de julho (sábado), a Polícia Rodoviária Federal realiza oficialmente a Operação Férias Escolares 2011. Neste primeiro o final de semana, a PRF registrou 29 acidentes nas rodovias federais no Pará, sendo que 16 pessoas ficaram feridas e nenhuma morta. 
Dos 29 acidentes registrados, 21 ocorreram entre os quilômetro 0 e 20 da BR-316, trecho entre o entroncamento e Benevides. Somando os acidentes provocados pela falta de atenção (9), por não guardar distância de segurança do veículo à frente (6) e por ingestão de álcool (2), tem-se um total de aproximadamente 59% de acidentes diretamente ligados à conduta do motorista na direção do seu veículo.
Durante a operação, foram realizados 365 testes de alcoolemia, sendo que oito condutores foram flagrados conduzindo sob efeito de bebida alcoólica, sete deles foram autuados e encaminhados à Polícia Civil. Foram extraídas 615 notificações (90% a mais que o mesmo período em 2010), 11 veículos foram retidos por apresentarem irregularidades na documentação e nos equipamentos obrigatórios e 14 carteiras de habilitação foram recolhidas.

Ocorrências 

Na madrugada de sábado para domingo, policiais do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) apreenderam dois menores, um de 15 anos e outra de 16 em situação de risco. Os dois transitavam à altura do KM 268 da BR-010 em uma motocicleta. Os dois foram encaminhados ao Conselho Tutelar do município de Mãe do Rio.
Ainda na madrugada do dia 03 (domingo), policiais do GPT prenderam Nilson Nascimento Cordovil procurado por matar uma criança de 3 anos em Belém. Ele seguia como passageiro de um ônibus que fazia linha Goiânia-Belém. Nilson apresentou uma carteira de identidade falsa, porém foi reconhecido por meio de uma foto num cartaz de “procurado”. O homicida foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Mãe do Rio.
Já na Barreira de Ananindeua, também no domingo, foram apreendidas 1.900 unidades de mídias piratas, que estavam sendo comercializadas às margens da BR-316, no município de Marituba. Ninguém se identificou como proprietário do material. (PRF)

Nenhum comentário: