Páginas

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Edilson Moura no twitter: O sumiço dos 77 milhões

“Estão fazendo polêmica afirmando por ai que o governo Ana Júlia praticou várias irregularidades com verba emprestada do BDNES ao governo....
Trata-se de mais um factóide do governo Jatene para desviar a atenção dos problemas na Alepa e da péssima avaliação de seu governo.
O governo Jatene quer fugir da avaliação negativa que seu governo tem nas áreas da saúde, infra-estruturar e segurança pública.
Se o 366 tem algum problema, foi criado pela Alepa que fez mudanças no projeto original, enviado pelo governo Ana Júlia.
As alterações feitas na Alepa contrariavam a resolução do BNDES. Uma tentativa de evitar que as obras não fossem realizadas no Estado.
Ana Júlia vetou parte dos 366, contestou as alterações feitas na Assembléia. Entrou com ação de inconstitucionalidade, e a Alepa foi contra
A ação foi derrubada pela maioria dos deputados, que hoje fazem parte da base do atual governo, contrariando a resolução. E agora cobram?
Detectam irregularidades? Não existe irregularidade, o prazo para prestação de contas com o BNDES é julho de 2012. E as obras foram feitas
Enfatizo que o BNDES fiscalizou as obras realizadas pelo Ação Metrópole, por tanto as obras existem. O Povo do Pará teve suas obras”.

Nenhum comentário: