Páginas

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Alimentação dos paraenses está mais cara

No mês de novembro, a alimentação dos paraenses voltou a apresentar alta de preços em relação ao mês de outubro. A cesta básica composta de 12 produtos custou, em Belém, R$ 242,82, registrando uma elevação de 2,09%.
De acordo com o balanço nacional da cesta básica feito pelo Dieese/PA (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará), no último mês, quase todas as 17 capitais apresentaram aumento no valor da cesta.
A pesquisa mostrou que a grande maioria dos produtos tiveram variações positivas de preços, as principais foram: tomate, com reajuste de 7,36%; seguido do leite, com alta de 2,76%; carne bovina, com 2,19%; da manteiga, com 1,79% e do açúcar, com alta de preço 1,02%.
Ainda no mês de novembro deste ano, alguns produtos da cesta apresentaram quedas de preços: arroz, com queda de 0,70%; seguido da farinha de mandioca, com 0,35% e da banana, com queda de 0,27%.
A pesquisa feita no mês passado mostrou que para comprar os 12 itens básicos da cesta, o trabalhador paraense comprometeu cerca de 48,43% do salário mínimo de R$ 545,00.
(Com informações do Dieese/PA)

Nenhum comentário: