Páginas

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A decisão do povo é definitiva e soberana

Como já era esperado até mesmo pelos separatistas, a população do Pará não aprovou a divisão do Estado para a formação dos Estados de Carajás e Tapajós. O plebiscito foi definido em favor dos unionistas. Cerca de 66% dos paraenses votaram contra a criação tanto de Tapajós quanto de Carajás.

Um comentário:

ricaluz.costa disse...

Caro Lucas.
Antes de mais nada, quero agradecer e saudar. Agradecer a você e ao Augusto Pantoja (também vou escrever pra ele) pela bela contribuição que vocês proporcionaram ao Pará criando este fórum de debate e, sobretudo um meio de informação e formador de opinião, que representa o Movimento em Defesa do Pará. E não tenho dúvida nenhuma que tal iniciativa cumpriu com a sua finalidade diante do projeto separatista inútil e pretensioso que interesses contrários queriam implantar em solo sagrado do povo paraense. Eu participei deste fórum. Vocês contribuíram para esta vitória do Pará.
Parabéns. E agora, quero saudar e me congratular com o povo guerreiro e vitorioso do Pará.
Nós escrevemos umas das páginas mais bonitas da História do nosso Pará e do nosso Brasil. O Pará inteiro é território sagrado do Povo Paraense. Pra separar não é assim não. Na hipótese de um dia isso vir acontecer só mediante critérios de equidade estabelecidos pelo próprio povo. Fora disso o resultado deverá ser sempre NÃO.
Por outro lado, eu acho que esse Movimento em Defesa do Pará deve continuar ativo e pró ativo, nessa sua linha de atuação independente, visando proteger e valorizar as coisas e as causas legítimas do Pará e do Povo Paraense, do ponto de vista da mobilização popular.
Grato pelo espaço e pela atenção. Vamos mantendo contato. Aquele abraço fraterno.