Páginas

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

A Capela Pombo é do povo!

A Capela Pombo [Séc. XVIII], de autoria do italiano Antonio Landi, está novamente sob ameaça de venda. Este crowdfunding, coordenado pelo Fórum Landi e com apoio da Universidade Federal do Pará, pretende unir forças no sentido de arrematar esse patrimônio histórico e religioso de valor inestimável ao povo paraense, situado na Travessa Campos Sales, entre as Ruas Manoel Barata e 13 de Maio, no Bairro do Comércio. 
Se não tomarmos uma atitude imediatamente, teremos de nos contentar com a dúvida: quem irá comprá-la? E o que será feito dela? Vamos ficar esperando pra ver ou vamos nos mobilizar, enquanto sociedade civil, pressionando o Governo a comprar essa briga a nosso lado?
 
Teremos seis meses pra arrecadar o valor total - nunca antes um crowdfunding no Brasil chegou a tanto, R$ 1.000.000,00. Crowdfunding, em miúdos, nada mais é do que um financiamento coletivo, em que todos participam comprando pequenas cotas e se tornando sócios do projeto.
 
Aqui, um bom negociante é fundamental: mesmo não conseguindo o valor total, ao menos ganharemos legitimidade pra negociar com o atual proprietário. Vamos procurá-lo com o montante arrecadado numa mala preta - in cash sempre tem desconto, né? Caso não haja acordo, os doadores receberão os valores de volta, não se preocupem. Também correremos atrás de grandes patrocinadores, é claro.
 
No fim, o que vale é o diálogo. O boca a boca. A mobilização da sociedade, demonstrando estar disposta a preservar o patrimônio que lhe é de direito, em outros tempos sempre aberto a quem fosse.
 
Se não for arrecadado o valor total, vamos procurar o proprietário com o montante arrecadado numa mala preta - in cash sempre tem desconto, né? Caso não haja acordo, os doadores receberão os valores de volta.
 
A contrapartida? Uma vez arrematada, a Capela Pombo seria restaurada e preservada pela UFPA, através do Fórum Landi, e suas portas seriam reabertas ao grande público. Quer contrapartida melhor do que essa? Impossível. Além disso, porém, o nome dos doadores constarão em ordem alfabética em uma placa no interior da capela, após o restauro.
 
Vamos todos participar e dar um presente significativo e condizente com a magnitude de uma cidade como Belém!

Um comentário:

Aline Serrão disse...

E cm faz p/ fazer a doação!!!???