Páginas

terça-feira, 24 de julho de 2012

Concursados da Funpapa farão protesto por nomeação

Um grupo de concursados aprovados no concurso público promovido pela Fundação Papa João XXIII, - Funpapa, estiveram reunidos, na noite desta terça-feira, dia 24 de julho, para avaliar as denúncias de contratações irregulares de temporários, protocoladas no MPE contra a Fundação.
Na denúncia, José Emilio Almeida, presidente licenciado da Asconpa, a Prefeitura autorizou a contratação de uma pedagoga, para lotação no Projovem Adolescente e um assistente administrativo, para lotação no Programa de Atenção Integral à Familia, sendo, ambas as contratações, publicadas no Diário Oficial de ontem, dia 17 de julho, com período de contrato a se encerrar no dia 31 de dezembro deste ano.
Com as contratações, a Prefeitura fere a Lei 9.504/97, que proíbe a contratação de temporários em período de campanha. Com o agravante de tentar burlar a legislação ao publicar o contrato com data do dia 18 de junho.
Uma nova reunião será realizada no dia 31 de julho (terça-feira), às 18 horas, na Travessa Angustura, 2752, entre as avenidas Duque de Caxias e Rômulo Maiorana (antiga 25 de Setembro).
No dia 7 de agosto (terça-feira), às 9 horas da manhã, será realizado um ato de protesto em frente à Funpapa, localizada na Avenida Gentil Bittencourt nº 1868, quando serão exigidas as nomeações de todos os aprovados no concurso.
O Concurso Público promovido pela Funpapa, ofertou 1.069 vagas para cargos de todos os níveis de escolaridade

Nenhum comentário: