Páginas

domingo, 28 de outubro de 2012

Golpe contra o povo de Belém

No Ato público "Olhos do Patrimônio”, na Cidade Velha. Como cidadão Belenense e Presidente da Comissão de Meio Ambiente não posso ficar de braços cruzados, enquanto a história de nossa cidade é destruída.
Amigos,

Na última quarta feira (24), fui surpreendido pela quadrilha do desprefeito, Duciomar Costa, na Câmara Municipal de Belém, estávamos no final da sessão plenário, quando a presidência foi assumida pelo vereador, Gervásio Morgado (PR), que de forma abusiva prorrogou a sessão por uma hora – sem consultar os vereadores presentes- e colocou para votação a primeira parte do Projeto de Lei que altera o gabarito (altura das edificações) na Cidade Velha, e entorno, proposta pelo vereador Raimundo Castro (PTB).
Um verdadeiro golpe contra a história de nossa cidade. Protestei contra a decisão, afinal como votaríamos em um projeto que não possui sequer laudos técnicos dos órgãos competentes, não passou pelas comissões internas e que não foi discutido com a população belenense –-audiências públicas-. Mas o golpe já estava pronto.
Sempre me posicionei CONTRÁRIO a este projeto, ou melhor, quase todos os projetos propostos pelos vereadores Raimundo Castro e Gervásio Morgado, que não possuem qualquer compromisso com o povo de Belém. O projeto altera a Lei 7.709 de 18 de março de 1994 que dispõe sobre a preservação histórica, artística, ambiental e cultural no município de Belém.
Contudo, no momento que votei, SIM, imaginei estar votando em uma emenda proposta pelo vereador, Fernando Dourado (PSD), e não na destruição do centro histórico de nossa Belém. FUI TAMBÉM ENGANADO!
Sendo assim venho publicamente pedir desculpas ao povo de Belém, por ter votado favorável a um projeto que visa unicamente saciar sede financeira da especulação imobiliária. Como vereador de Belém, sempre demonstrei compromisso e independência, tendo oposição firme contra a privatização do sistema de abastecimento de água e coleta de lixo. Além de lutar para a instalação das CPIs da Saúde e Macrodrenagem (da qual fui autor), para investigar a situação dramática dos prontos socorros e canais de Belém. Sempre atento à defesa dos interesses do povo e cidade de Belém.
Na próxima terça feira (30), pedirei desculpas na tribuna da Câmara Municipal e solicitarei a mesa da casa à retificação do voto, que mesmo que não possa ser alterado, deve ser explicado e detalhado à população belenense. Não mudei de time! Não entrei para a quadrilha de Duciomar! Não me vendi! Nunca abandonarei a ética e honestidade
Desde já estou à disposição para qualquer esclarecimento ou mesmo para participação em protestos contrários ao projeto de alteração dos gabaritos do Centro Histórico de Belém e do entorno da Av. Almirante Barroso.

Augusto Pantoja
Professor de História

Nenhum comentário: