Páginas

domingo, 28 de outubro de 2012

Vox Populi confirma Zenaldo em primeiro lugar

A segunda e última rodada de pesquisa realizada pelo Instituto Vox Populi indica que o deputado federal Zenaldo Coutinho (PSDB) deverá ser eleito, neste domingo (28), o novo prefeito de Belém, com 60% dos votos válidos. Já o deputado estadual e ex-prefeito Edmilson Rodrigues (PSOL) aparece no levantamento com 40%. Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. A pesquisa, encomendada pela Delta Publicidade S/A, foi realizada entre a terça-feira (23) e quarta-feira (24) de outubro, com 800 eleitores da capital paraense e está registrada na Justiça Eleitoral sob o número PA-00339/2012. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, em um intervalo de confiança de 95%.
Em relação à primeira pesquisa do 2º turno, realizada nos dias 14 e 15 deste mês, o candidato tucano aumentou o seu percentual em 3 pontos, enquanto o candidato do PSOL reduziu o seu índice na mesma proporção. Nos votos estimulados totais, Zenaldo aumentou 4 pontos percentuais e desponta agora com 52%. Edmilson caiu 1 ponto e está com 35%. A margem de brancos e nulos se manteve em 6% e o percentual de indecisos oscilou de 9% para 7%.
Conforme o levantamento do Vox Populi, Zenaldo alcança 48% da preferência dos entrevistados do sexo masculino (o índice era 49%) e 56% dos do sexo feminino (o índice era 48%), enquanto Edmilson tem 38% e 33%, respectivamente (eram 36% e 37%). Em todos os outros cruzamentos de idade e escolaridade, o candidato tucano supera o psolista, que teve o seu melhor desempenho entre os eleitores com ensino até a 4ª série (42% contra 48% do candidato do PSDB). Por sua vez, Zenaldo apresentou os seus melhores índices entre os entrevistados que declararam ter entre 45 e 49 anos (55% contra 31%); entre os eleitores mais jovens, com 16 e 17 anos (54% contra 35%); e, principalmente, entre os que estão cursando ou já concluíram o ensino superior (54% contra 25%).
Na análise por orçamento familiar, Edmilson tem a preferência dos eleitores com os menores rendimentos. Ele supera Zenaldo por 45% a 43% entre aqueles que declararam ter renda familiar inferior a um salário mínimo. Já em todas as outras análises o tucano aparece com proporções bem superiores. Entre os que responderam ter renda total da família entre 1 e 2 salários
mínimos a diferença é de 51% a 37%; acima de 2 até 3 salários mínimos é de 52% a 39%; entre 3 e 5 salários é de 60% a 23%; e superior a 5 salários mínimos é de 58% a 28%.
A pesquisa também indagou aos eleitores 'qual deverá ser o candidato eleito prefeito de Belém, independente do seu voto'. O percentual de respostas
em favor de Zenaldo subiu 13 pontos em relação à última pesquisa e agora é de 63%. Já a proporção que acredita que Edmilson será o campeão da disputa eleitoral caiu de 42% para 28%. O percentual de indecisos aumentou 1 ponto e aparece como 9%. (ORM)

Nenhum comentário: