Páginas

sábado, 13 de abril de 2013

Egon Heck

Triste e infeliz a pátria que não sabe acolher seus filhos, acariciar sua rica natureza e biodiversidade, se deleitar em suas águas abundantes, ainda limpas em grande parte, conviver harmonicamente com os animais, se deliciar com suas frutas saborosas, com seu ar puro. A Amazônia dos amazônidas continua seriamente ameaçada, violentamente agredida, absurdamente negada a seus povos. A lógica da moto serra, das grandes madeireiras internacionais, das companhias mineradoras, das mega hidrelétricas, que destroem e avançam sem dó nem piedade. A civilização do boi e da soja se alastram como ervas daninhas, tombando as florestas devorando corações e mentes. A mentira do progresso impera e ilude", escreve Egon Heck

Nenhum comentário: