Páginas

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Polos turísticos do Pará receberão investimentos de US$11 milhões

Foram apresentados pelos Técnicos da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) nesta terça-feira, 21/06, em Santarém, Pará, os Projetos Prioritários para o Polo Tapajós. Estes projetos serão desenvolvidos pelo Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo, o Prodetur-Pará.
O Programa tem como objetivo desenvolver o turismo como atividade que contribui para a melhoria da qualidade de vida da população local. Criado pelo governo federal e desenvolvido pela  Secretaria Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo do Ministério do Turismo, o Programa conta com recursos do Ministério do Turismo e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em fase de aprovação.
No Pará, dos seis polos turísticos, definidos pela política estadual de turismo, o Prodetur abrangerá três: polo Belém: Belém (região continental e insular - Mosqueiro, Caratateua/Outeiro, Combu e Cotijuba); polo Tapajós: Santarém e Belterra; pólo Marajó: Soure, Salvaterra e Ponta de Pedras. Nesses seis municípios o critério para terem sido inseridos no Prodetur foram: fluxo de turistas nacionais e internacionais; o baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nas áreas insulares de Belém e no arquipélago do Marajó; a indicação, pelo Ministério do Turismo, de Santarém e Belém como uma das 65 cidades indutoras da atividade turística no país.
De 2010 a 2013 serão investidos anualmente nos polos cerca de US$ 11 milhões. O valor total da Carta Consulta para o Prodetur-PA é de US$ 44 milhões, sendo US$ 26,4 milhões do BID e US$ 17,6 milhões do Ministério do Turismo e do Estado. Desse total, US$ 6,6 milhões serão destinados para o polo Belém, US$ 15,4 milhões para o polo Tapajós e US$ 22 milhões para o polo Marajó.
O estágio atual do Prodetur está em processo de missão de análise e formalizações de documentos necessários para que seja assinado o 2º Contrato de Empréstimo, que será firmado entre o Governo do Estado e o BID.   

Nenhum comentário: