Páginas

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Mais de 106 mil se inscrevem na Uepa

Mais de 106,6 mil candidatos se inscreveram aos processos seletivos 2013 da Universidade do Estado do Pará (Uepa), 8,6 mil a mais que no ano passado. Este ano, o curso mais concorrido é medicina em Marabá, que no Prosel tem 183,10 pessoas concorrendo a uma vaga. No Prise, terceira etapa, a disputa mais acirrada é para educação física, segundo semestre noturno, em Belém, que oferta 13 vagas e teve 137 inscritos, o que resulta em 10,54 candidatos por vaga.
O curso de medicina em Marabá é uma das grandes novidades do processo seletivo 2013 da Uepa. Serão 20 vagas divididas entre Prosel e Prise, com início das aulas a partir do segundo semestre do ano que vem. A graduação vai fortalecer a formação de mão de obra qualificada na área da saúde no sul do Pará. No Prosel, foram mais de 1,8 mil candidatos inscritos; no Prise, 95 disputam dez vagas.
Na capital, os cursos mais concorridos pelo Prosel são fisioterapia, com 113,95 candidatos por vaga; educação física, primeiro semestre matutino, com 90,62 por vaga; e medicina Belém com 86,12 por vaga. Considerando apenas o curso, engenharia de produção é um dos mais concorridos da Uepa, com uma relação de 85,15 candidatos por vaga.
Entre os mais concorridos em Belém estão engenharia ambiental matutino e engenharia de produção matutino, cujas concorrências são de 10,3 candidatos por vaga, cada. O terceiro curso mais concorrido é educação física, segundo semestre, vespertino, que tem uma demanda de 9,85 por vaga. No Prise por curso em Belém (sem considerar turno ou início das aulas), os três mais concorridos são engenharia ambiental e de produção e fisioterapia, com 9,6 candidatos por vaga; e bacharelado em design, com 8,65 disputando uma vaga.
No processo seletivo 2013 da Uepa estão sendo ofertadas 3.262 vagas em 23 cursos de graduação, divididas igualitariamente entre as duas modalidades de acesso, ou seja, 1.631 vagas para o Prise e 1.631 vagas para o Prosel. Dos mais de 106 mil inscritos, 53,2 mil concorrem pelo Prosel; no Prise, são 32, 4 mil inscritos na primeira etapa, 15,6 mil na segunda etapa e 5,2 mil, na terceira.
Outras novidades deste ano são a implantação do curso de licenciatura em geografia em Barcarena e a reformulação da graduação em tecnologia agroindustrial, que antes tinha duas habilitações (alimentos e madeira) e agora será ofertado em engenharia florestal e tecnologia de alimentos.
Nos municípios de Cametá, Castanhal, Redenção e Salvaterra serão ofertadas vagas para o curso de tecnologia de alimentos e em Paragominas, para o de engenharia florestal. Em Belém e Marabá, serão abertas turmas para as duas graduações.
Provas – Os processos seletivos serão feitos em três etapas marcadas, respectivamente, para os dias 2, 3 e 16 de dezembro, das 8 às 13 horas (horário local), com abertura dos portões às 7 horas. Os candidatos inscritos pelo Prosel fazem as três etapas em apenas um ano; os do Prise devem comparecer aos locais de prova somente no dia destinado à fase correspondente. Os locais de prova serão divulgados, em breve, no site da Uepa.
Na primeira etapa, os candidatos devem responder a 56 questões objetivas de conhecimentos gerais nas áreas de química, matemática, física, biologia, língua portuguesa, literatura brasileira e portuguesa, história e geografia, que valem um ponto cada. Na segunda fase, serão 60 questões objetivas de conhecimentos gerais e língua estrangeira. No último exame, os candidatos respondem a 54 questões objetivas, incluindo língua estrangeira, e uma redação valendo 30 pontos.
No dia da prova, os candidatos devem ter em mãos documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de trabalho. Na impossibilidade de apresentar os documentos originais por perda, roubo ou furto, será necessário apresentar um atestado de registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 90 dias.
Os candidatos a uma vaga nos cursos de licenciatura plena em música e bacharelado em música no Prosel 2013 ou na terceira etapa do Prise devem submeter-se, obrigatoriamente, ao exame habilitatório, que tem caráter eliminatório e vale 30 pontos. São duas provas práticas, dias 5 e 6 de novembro, no Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Uepa e no Conservatório Carlos Gomes, em Belém, e nos campi da universidade em Santarém e Vigia.
O candidato considerado habilitado continua concorrendo ao respectivo curso. O inabilitado concorre a outra opção, escolhida na inscrição. O inscrito ao curso de bacharelado em música considerado parcialmente habilitado e que preferiu optar pelo curso de licenciatura pôde formalizar a opção no momento da inscrição. (Agência  Pará)

Nenhum comentário: