Páginas

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Paulo Rocha

Pela segunda vez, o Supremo Tribunal Federal registrou empate no julgamento do processo do mensalão. Nesta quarta (17), com a conclusão do item sobre lavagem de dinheiro que envolvia réus ligados ao PT, o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto e os ex-deputados federais Paulo Rocha (PT-PA) e João Magno (PT-MG) obtiveram, cada um, cinco votos pela condenação e cinco pela absolvição

Um comentário:

Glauce Aquino disse...

Tomara que as pessoas enxerguem quem são os comunistas, vulgo socialistas.