Páginas

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Em casa de ferreiro, o espeto é de pau

O dito popular cai como uma luva para esta postagem, pois por essa nem mesmo os mais pessimistas- Psolistas - esperavam, a recém nomeada secretária de Finanças de Belém, a contadora Suely Lima Ramos Azevedo, responde a processo judicial por não pagar o próprio Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). A execução fiscal contra Suely, movida pela fazenda pública municipal que ela mesma agora comanda, tramita na 5ª Vara de Fazenda da capital desde janeiro do ano passado e o valor da causa foi arbitrado em R$ 1.090,77. A secretária já foi citada pela juíza Odinéia Tavares para pagar o débito, mas ainda não se manifestou. Será que ela renegociará sua dívida com ela mesma?

Nenhum comentário: